voltei, feliz ano velho ( 2017 )

Florescendo em Cristo

A minha gratidão a Deus por tudo, o meu amor, a minha canção, a minha poesia mais bonita, o melhor de mim a Deus, por ele ter sido, e ainda continua sendo, o amor da minha, a razão dos meus dias, e por ele ter transformado meus dias chuvosos em bonitas canções.

2017 foi o ano das mudanças, daquelas que a gente não espera, não faz listinha de pedidos, não faz a mínima ideia do que te espera, e o maravilhoso acontece. 2017 foi o ano do sobrenatural, das novas amizades, da casa nova, mesmo que longe, dos novos amigos, do novo trabalho voluntário. 2017 foi o ano dos menos textos publicados, mas das extensões cartas escritas a mão para  Deus.

2017, foi o aprendizado em tudo, aprendi a perdoar, enfrentei o trânsito de Fortaleza, enfrentei meus maiores medos, também chorei horrores por eles. 2017 foi o ano que viajei pouco, li pouco, mas também me apaixonei pela bíblia, troquei todos os meus livros por ela, arrependida? JAMAIS.

2017 foi/ e ainda continua sendo o ano lindo, cheio de surpresas, cheio de amor, que Deus com sua infinita misericórdia, fala a mim do seu tão maravilhoso plano na minha vida. Gratidão a Ele ? Eterna. O meu amor, a minha vida, como gratidão.

Não tenho muito o que pedir, peço a Deus baixinho que ele cumpra aquilo que tens reservado pra mim no céu, a sua vontade. No mais, a gente vai se adequando o plano de Deus, a gente vai se moldando a sua vontade, na certeza que nada , absolutamente nada vai nos separar do amor de Deus. Não que minha vida seja uma perfeição, porque quando se busca a verdadeira perfeição, se olha pra Deus, se olha pra bíblia, aí sim se entende e se ler a verdadeira perfeição de Deus, o plano pra sua vida, e para minha vida.

Os 365 dias, são poucos, ou quem sabe, creio eu, que palavras se tornam pequenas, para se descrever o que Deus tem cuidado da minha vida, e da minha família. Minha gratidão, e o meu amor, pois só tenho a dizer ” Espírito Santo, fica comigo !”

Agradecimento do ano : Ao Deus de Israel, a Juventude Canaã, aos meus, Dona Sônia e seu Albério,  pela paciência e amor, a minha Tia Helena, que mesmo tão longe, não cansa de dizer que me ama muito, todo dia, a Luiza, minha amiga há 8 anos, que nunca desistiu de mim, a glau, minha amiga , mulher, serva de Deus, que me edifica tanto, aos meus novos amigos, Jean Lima, Thais Castro, Marilinda, May, Jhoi luz , minha gratidão. Aos meus líderes maravilhosos, Hodeva e Joselito, ao meu Professor de escola bíblica ( Irmão Almeida),  e há muitas outras pessoinhas que me encorajam a ser o que Deus quer que eu seja, minha gratidão infinita.

Amo incrivelmente vocês.

 

 

Anúncios

Eu, novo ano, o novo Blog

 

tf

Voltei!

Penso o quanto fiquei distante da escrita, do blog comigo, do novo blog, que na verdade não é mais novo, que hoje, depois de tanto tempo voltei.

Voltei a escrever não por pressão, mas por urgência, essa tão saga da vida, que é sermos nós. Olhando essa pagina em branco, me pergunto, mas como Samara, como você ficou esse tanto tempo sem escrever ? A resposta certa é : Porque simplesmente ninguém faz nada pela metade, é preciso ter corpo,  é preciso ter alma, é precisa ter coração. Vai muito além do que letras, do que um simples texto.

Os anos não se passam, eles voam, já dizia Manuel de Barros. Olhando essa página em branco, não consigo decifrar como foram esses anos, desde  a parada da escrita, o que consigo escrever é que foram muitos, muitos aprendizados, de sangrar alma, mas de uma tamanha firmeza do que a gente é, do que a gente quer, do que a gente pretende ser.

Foi tudo tão intenso, que de vez em quando eu grito, nossa, errei a data do ano de novo. A vida tem dessas coisas, coloca a gente de cabeça para baixo, depois de um tempo de resiliência, ela diz – tá bom garota, agora vamos voltar ao normal.

A vida é de uma realeza sem tamanho, ela tem a mania de mudar sonhos, coração, prioridades. Talvez esse seja o único ano que não fiz listinha de pedidos, aí fiquei pensando, ” menina vamos de uma só vez, vamos com calma, hein ”

Tenho planos, é claro, como todo mundo, anotei no coração, não revelo a ninguém, seria demais para mim, ouvir eles sendo reverberado aos quatro ventos, ainda continuo possessiva. Coisa minha, não quero dividir.

Meu desejo mesmo a cada dia é ser eu, é continuar na escrita, é buscar a ser grata, é amar mais, e ponto. Existe outra forma melhor de viver ?

Talvez continuo pecando pelo excesso, esses anos me fizeram tentar controlar essa minha estranha mania de amar demais, além do que meu coração possa suportar.

É coisa minha. Hoje eu estou feliz, espero que esse meu cantinho eu não desista, não desista de escrever, não desista de ser eu, não desista de nada, absolutamente nada que me importa..

Tenho grandes novidades por aqui, logo logo vai ter post novo. Feliz 2017, feliz ano novo pra mim, afinal de contas, não existe dia certo pra ser feliz !

Um beijinho, até a próxima.

o vale

O passar pelo vale de Deus há muitos questionamentos, muitas perguntas, e muito silêncio, e poucas respostas. Não há como fugir, somos finitos, poucos, e rasos em sentimentos, e ratifico, não há como fugir, quando esse desdenhoso vale chega, o que nos resta, é passar.

Mas, apesar de tudo, das nossas dores, dos nossos questionamentos, das dúvidas, e das respostas ditas em silêncio, por Deus, é importante entender que, mesmo com todas as adversidades, tudo se esclarece.

A gente percebe quem é amigo de verdade, quem é o verdadeiro amor, quem somos nós, e aonde queremos chegar. Aí no silêncio de Deus tudo de responde, assim, de devagar e calmo como o costurar dos tecidos, pouquinho a pouquinho, linha a linha. Tendo como o final de tudo e o inicio também, que Deus é Deus, pois na verdade, ele não mente, não fere, e nos ama, acima de tudo incondicionalmente.

apesar de nós

e

Ninguém desiste de um amor, desses que transborda dentro da gente, por ausência de esperança, de carinho, de afeto. Mas se desiste mesmo, por excessos. Excessos de ser mais a gente do que a gente é, excessos de carinho, de cuidado, do conjugar do verbo querer.

É tempo de conjugar o ‘nós’, sem particularidades, deixando de ser um e passando a ser dois, porque afinal das contas, amar não é metade, amar é soma, e multiplicar-se , grandemente.

Tudo muda, sem mesmo a gente perceber, principalmente por dentro, com delicadezas, com amor, pois ele existe, devemos apesar de tudo, não deixar de crer, mas buscar, um dia floresce, um dia ele fica, pra vida inteira.

Eu sei, assim como você, que há dias de chuva, mas como a gente bem sabe, depois de tantos descompassos, inevitavelmente, tudo floresce, de um jeito novo, de uma maneira nova, em um jardim novo.

É preciso pensar nesse tempo, nos revestir do novo, buscar de todas as formas carregar apenas o melhor, doar o melhor, do que realmente somos, e temos.

O amor sempre vai existir, apesar de nós, apesar de nossas fragilidades, que esse seja o meu e o seu desejo. Com amor, muito amor.

 

thau, 2015

p

2015 voou assim feito passarinho, assim como os dias da minha vida. 2015 foi o ano difícil, desses de doer na alma, de muito choro, muitas quedas, de ralar o joelho e sangrar sem fim. 2015 foi o ano difícil, mas de um enorme aprendizado, desses que nos muda, como nunca.

Escrevendo esse texto, percebi o quanto mudei, quanto meu mundo mudou, só que dessa vez não foi preciso um novo visual, nem um emprego daqueles, e muito menos uma viagem para o exterior, mas vou te confessar, foram mudanças profundas viu?!

Já fiz listinhas de pedidos nos finais dos  anos passados, já fiz projetos os quais não consegui concluir e deixei pela metade.  E hoje mudei nisso também, não vou escrever, nem deixar registrado assim como no blog passado. E quanto ao ano de 2016? Vai conta…

Não há o que pedir, pedir, pedir.. há apenas o que se conquistar, o que se viver. Ser feliz com o que a vida nos proporciona, apenas navegar sem medo, que é o que precisamos. É o que nos faz feliz, é o que me deixa feliz.

O importante é ter saúde, para não se perder o rebolado, e não deixar a peteca cair, né.. Sei que 2016 será um ano incrível, é o meu desejo, vamos desejar amor, paz, e muita alegria, porque afinal das contas, é muito caos nesse mundo, tá faltando amor, como já dizia Criolo, só que dessa vez não é somente em São Paulo, mas no mundo inteiro.

Meu único desejo aqui por dentro, confesso gente, é voltar a escrever, ando meio longe, vocês sabem, e eu também, então como minha mãe sempre diz : “ AVIA MENINA” !

Palavras de gratidão para encerrar o ano:

As minhas amigas Cylene e Suzana, o meu obrigada por ter me aguentado esse ano,  sei que foi necessário muita paciência nessa vida.  E aos meus pais, dona Sônia e seu Albério, o meu amor, e a minha gratidão eterna por me suportar nesses 26 anos.

Feliz ano velho pra você GENTE, que 2016 chegue logo e floresça com amor, muito amor.

urgências

cropped-pap.jpg                                                   ( imagem : google)

A vida vai apresentando suas urgências, dessas que encaixa na nossa vida, no nosso coração. Tem que ser assim, chega um momento é que é preciso largar tudo, e não fazer absolutamente nada, porque na verdade fazer tudo cansa. Cansa alma, cansa perna, cansa coração.

É preciso ver além, é preciso sentir, o melhor de nós. Estou nesse momento, em uma nova fase, na vida profissional e na pessoal. Não há jeito, tudo muda, e como muda.  A gente vai aprendendo a conviver com a gente, diante das mudanças, que na verdade, elas são sempre necessárias.

Estou com uma esperança escondida, por dentro, esperando dias melhores, nesse novo caminho, é sempre bom, é preciso. A gente muda de emprego, muda de coração, e principalmente muda de nós.

É um processo, um mundaréu de coisas, leva tempo a gente deixar a casa como ela sempre esteve, ou talvez como ela nunca esteve, é preciso. A gente vence um montão de coisas, modifica um montão delas, a gente sobrevive.

É seguir, um dia a felicidade nos abraça, mas enquanto isso, a gente rema, para que as coisas melhores aconteçam, como você sabe, elas acontecem, com a nossa permissão, ou não…

meu novo cantinho!

Estou de blog novo!

Não, eu não deixei de escrever no Blog Comigo o qual escrevo há mais de 5 anos, eu simplesmente mudei, assim como todo o processo de mudança na vida de uma borboleta. Resolvi criar esse novo cantinho onde escreverei sobre coisas novas, e principalmente sobre as minhas duas paixões: sobre o evangelho de Cristo, e sobre o Jornalismo, aliás, sobre o mundo, sobre o nosso mundo!

Estou muito feliz com essa nova fase, com as mudanças, com os novos mundos onde me encontro agora, então, espero que se sinta bem, puxe a cadeira, sente-se, vamos conversar aqui nesse cantinho, mas se você quiser, podemos também conversar Do Outro lado, quer dizer, aonde você preferir.

Fique a vontade!